Nova turma do curso de vela oceânica



"As aulas estão suspensas por enquanto"

Direto ao assunto:

Para ir direto ao assunto sobre as aulas de vela clique aqui

e-mail:
veleirobigrider@gmail.com

Skype: luisebcardoso41

Telefone: (21) 818-79618

segunda-feira, 28 de março de 2011

Filtro Solar

Com o passar do tempo, as pessoas vão ficando mais flexíveis, tolerantes, diria até mais delicadas...tudo bem, outras não... mas algumas coisas vão deixando de ser um tabu a passam a ser corriqueiras, normais... no entanto, dentro de um barco, onde o ambiente é restrito, existem algumas regras: Fazer xixi é na popa, com uma mão no barco e a outra...bem, vocês sabem onde... marear sempre a sotavento, etc. Mas existem também algumas atitudes dos tripulantes que ainda provocam certas inquietações nos companheiros. Esperamos realmente que o Vicente retribua a gentileza já que agora o Erick, após o incidente com a adriça do balão, está com as mãos impossibilitadas de fazer algumas tarefas. Olha que momento "lindo" que se passou a bordo na  nossa última aula. Brincadeira...preferia não ter visto, mas já que vi, cliquei! 

quinta-feira, 24 de março de 2011

Arquipélago de Tristão da Cunha - acidente ecológico



Gente, após abrir o Globo de hoje, me deparei com a notícia sobre o acidente de uma cargueiro Maltês no arquipélago de Tristão da Cunha. Fui pesquisar e descobri este blog com informações muito legais a respeito de lá: vejam as fotos do local, que lindas.


http://www.blogpaedia.com.br/2009/01/tristo-da-cunha-ilha-mais-remota-do.html


Olha o que aconteceu...


"A cena é terrível, pois há uma mancha de óleo que rodeia a ilha", disse o oficial de conservação local, Glass Trevor. Até agora, apenas um navio de resgate chegou ao local vindo da África do Sul e sua capacidade de garantir o resgate das aves foi descrito como limitado. Um segundo navio é esperado para auxiliar no trabalho nesta quinta-feira."

Fonte: http://noticias.terra.com.br/ciencia/noticias/0,,OI5023699-EI238,00-Derramamento+de+petroleo+atinge+mil+pinguins+em+extincao.html

Autoridades estimam que cerca de 20 mil pinguins de espécie ameaçada de extinção foram atingidos pelo óleo. Foto: AP

segunda-feira, 21 de março de 2011


Posted by Picasa Aula de sábado (19-03-2011)! Vicente, Erick Bastos e Eric Solera. Bom papo, boas risadas e oportunidade de velejar fora da barra em dia de bons ventos e mar picado. Próxima aula: treino de balão assimétrico, chegada na poita e chegada no píer. Já começam a se acostumar com os nós e manobras.

Tsunami em uma marina na California



Vejam que impressionante. 

quarta-feira, 16 de março de 2011

Ciclone subtropical Arani perde força nesta quarta

A Somar Meteorologia anunciou a formação do Arani na sexta-feira da semana passada, agora, outros órgãos públicos e privados também afirmam a existência do Arani, o terceiro ciclone tropical da costa brasileira que temos notícia (os dois primeiros foram o Catarina - que evoluiu para furacão e o Anita).

Segundo a Somar, o Arani trouxe problemas ao Brasil no último fim de semana, quando ainda estava em formação sobre o continente, entre o Espírito Santo, Minas Gerais e Bahia. "Registramos grandes acumulados de chuva sobre os três Estados, inclusive com a morte de um casal em Itabuna por conta do desabamento da casa em que eles moravam."

O ciclone avançou para alto-mar e ganhou força por conta da água mais quente que o normal. Ontem, o Arani associou-se com uma frente fria e, por conta disso, perdeu o status de ciclone tropical e passou a ser chamado de ciclone subtropical. Alguns falam em “furacão em formação”, já outros falam que “o ciclone tropical causa temporais no Brasil”.

A combinação do ciclone e da frente fria gerou um potente corredor de ventos ao longo de toda a costa do sul, sudeste e Bahia, culminando em aumento da agitação marítima e ressacas em algumas praias. "Portanto, não há e nem haverá furacão, porém estivemos diante de um evento muito raro: um ciclone tropical que, posteriormente, virou um ciclone subtropical", segundo o órgão.

"No momento temos apenas uma influência deste sistema em alto-mar, sem danos à população. Por fim, vale salientar que os ventos de 120km/h falados pelo INMET (Instituto Nacional de Meteorologia) estão associados ao centro de Arani, a mais de 700km da costa. Na costa, registramos rajadas máximas de pouco mais de 80km/h em Abrolhos, a 16km do litoral sul da Bahia", lembra a Somar.



Retirado de http://www.band.com.br/jornalismo/cidades/conteudo.asp?ID=100000410748

Puxei a carta sinótica da DHN. Vejam como está claro o que está acontecendo.
Podemos ver que está ocorrendo uma nova frente fria ao sul do Uruguai e uma dispersão para o mar da frente que culminou na formação do "ARANI". 








segunda-feira, 14 de março de 2011

Propagação da onda Tsunami

Video mostra a propagação da onda do Tsunami (comparativo com 2004)


Uma simulação feita em computador por cientistas do Centro de Pesquisas de Tsunami da National Oceanic & Atmospheric Administration (NOAA) mostra a propagação da onda gigante que atingiu o Japão nesta sexta-feira (11) e gerou alerta em outros países da costa do Oceano Pacífico. O fenômeno foi provocado por um terremoto de magnitude de 8,9, o maior do Japão e o sétimo da história.Os cientistas mostram ainda a trajetória do tsunami de 2004, no Oceano Índico, provocado por um terremoto de magnitude 9,1. O fenômeno na costa da província indonésia de Aceh atingiu, além da Indonésia, o Sri Lanka, a Índia, a Tailândia e outros nove países.





fonte:http://climabr.blogspot.com/2011/03/video-mostra-propagacao-da-onda-do.html

sexta-feira, 11 de março de 2011

tragédia no carnaval

Neste carnaval, demos uma velejada entre um temporal e outro. Assim que saimos do nosso pier avistamos a proa de um barco para fora da água. Ficamos sabendo que se tratava de um "douradeiro", embarcação preparada para a pesca de dourados. Este, pelos relatos, foi atropelado por um rebocador durante uma cerração. Infelizmente um tripulante faleceu e até onde eu sei dois ficaram hospitalizados. A embarcação foi levada a encalhe na praia de Jurujuba onde se encontrava até terça feira. Isso nos faz lembrar da necessidade de, em uma cerração, ficarmos tocando a buzina de tempos em tempos para que a chance de um acidente acontecer diminua.

Sou mergulhador de longa data e possuo especialização em resgate. Muitos amigos me perguntam o motivo por eu não gostar de mergulhar em naufrágios. Para mim é muito simples. Primeiro, é horrível ver um barco todo retorcido e enferrujado (vejo os barcos como um ser vivo e não como um simples veículo de ir e vir). Pode parecer bobagem mas é assim que eu sinto. Segundo, barco é feito para boiar e não para ficar no fundo. Barco afundado é sinal, na maioria dos casos, de tragédia. Além de ser um local escuro, sujo e perigoso. Ver esta embarcação agonizando acabou com o nosso dia. A Lucia ficou abalada com pena dos pescadores e eu também.
Posted by Picasa